4 de maio de 2015

Se houvessem palavras para descrever toda aquela harmonia, toda a magia que era respirável; mas não há. Não tenho como descrever a sensação que tive ao dançar à chuva contigo, em beijar-te e agarrar-te, como se nunca o tivesse feito! Fazes-me sentir uma rainha, fazes-me sentir amada e desejada. Fazes-me sentir.

1 comentário:

«O teu anjo da guarda fala pela boca daquela mulher, que não tem mais inteligência que a do coração, alumiada pelo seu amor.»