25 de julho de 2015

Dizem que é amor.

Fecho os olhos e a primeira imagem que me aparece é a tua. Dizem que é amor, dizem que é saudade, eu digo que és tu.
O teu cheiro... o teu cheiro fica gravado na minha pele em cada toque teu.
Dizem que é amor, dizem que é saudade, eu digo que és tu. És tu o meu homem, o meu amor.
Por cada vez que o desejo me invade o espírito é em ti que penso, porque não quero mais ninguém, não preciso de mais homem nenhum sem seres tu. Só tu.
Fica. Fica para aquilo que será para sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário

«O teu anjo da guarda fala pela boca daquela mulher, que não tem mais inteligência que a do coração, alumiada pelo seu amor.»