13 de outubro de 2011


Sabes quando olhamos à volta e estamos cansados do que vemos e vivemos? Tudo cansa, acordar, deitar, até mesmo o respirar já cansa. Não há nada que me motive a ficar acordada, ou mesmo a ir dormir, não tenho vontade de nada, não tenho paz, não tenho força. Já à muito tempo que não me sentia assim, preciso de ar novo, de ver algo diferente. Mas é tudo o mesmo, as desilusões, as distâncias, as tristezas e as dores. Isso cansa-me. Quero um mundo melhor à minha volta, pode ser? (...)

11 comentários:

«O teu anjo da guarda fala pela boca daquela mulher, que não tem mais inteligência que a do coração, alumiada pelo seu amor.»