22 de junho de 2013

A chama da quinta dos infernos.

Já sinto o cheiro do verão, do calor humano, da energia que este sol quase que delicioso me inspira. Um calor esperado e mais que desejado começa a bater à porta dos apaixonados, aumentando a necessidade amor louco, do toque certo e fatal. Os beijos provocadores e os abraços apertados que nos tiram os folgo e nos deixam sem palavras, mas também, palavras para quê? Solta o cabelo e corre. Veste os calções mais curtos que tiveres, esquece o sutien em casa e vai ser livre, com esse amor, sem esse amor, sê livre como as noites de verão assim o pedem. Saboreio este sol como quem beija uma boca, refresco-me com as brisas que o mar me permite como se fosse a melhor sensação deste mundo. Será que não é? Aquele ar fresco, o sol que nos derrete que acende a chama que temos dentro de nós, o mergulho no mar frio que nos refresca a alma, e a lareira acesa à noite na praia para apreciar o melhor momento de um dia de verão. Tudo isto me faz lembrar de ti, meu amor. Será o nosso primeiro verão, onde a nossa paixão irá arder até ao quinto dos infernos, onde todo o fumo inalado será saboreado como todas as ondas do mar, e será simples. Como deve ser sempre, simples. Esqueço-me de todas as desgraças universais quando olho para esses teus olhos verdes da natureza, enlouqueces-me os desejos.

18 comentários:

  1. "Será o nosso primeiro verão, onde a nossa paixão irá arder até ao quinto dos infernos, onde todo o fumo inalado será saboreado como todas as ondas do mar, e será simples." siojgfmkgs, perfeito.

    ResponderEliminar
  2. Se quiseres falar um bocadinho estás à vontade, princesa! Não tens nada que pedir desculpa :)

    ResponderEliminar
  3. o que é bom, mas não deixa de ser mau.

    ResponderEliminar
  4. Senti, nas tuas palavras, o verão e a paixão que habita nos corações! Adorei.

    ResponderEliminar
  5. não duvides ! :o
    adorei este teu texto *-*

    ResponderEliminar
  6. e atrevo-me a dizer que é um sentimento realmente estranho

    ResponderEliminar
  7. Como eu te entendo, linda..! Não tens nada que agradecer, era o que mais faltava <3

    ResponderEliminar
  8. o teu texto é tão... "quente". Obrigada por leres os meus <3

    ResponderEliminar
  9. sim, fez-me um pequeno-almoço fofinho (:

    ResponderEliminar
  10. que texto tão bonito, adorei!!! Sabe tanto a verão!

    ResponderEliminar
  11. e como te correram os exames querida?

    ResponderEliminar
  12. tenho facebook, porquê querida? :)

    ResponderEliminar
  13. R: como correram os exames? E sim, estou bem. Vou-me aguentando.
    Ah, verão é verão. Sensações fora do normal. O verão é louco e é para ser vivido.

    ResponderEliminar

«O teu anjo da guarda fala pela boca daquela mulher, que não tem mais inteligência que a do coração, alumiada pelo seu amor.»