2 de outubro de 2013

Obrigado Outono.

Sinto o Outono como um refrescante recomeço. Tem-me agradado a ideia de viver um dia de cada vez mas sem muita pressa, porque a pressa faz com que os momentos percam a sua essência, e é tudo o que eu não quero. Deixei de sentir que a idade anda a passar por mim a correr, deixei de sentir esse peso gigante. Não faz sentido chorar por um número que nada diz sobre mim. Sinto-me em pleno. É o refrescar da juventude a entrar pelas minhas narinas, tão calma e serena como o ar que respiro.   

11 comentários:

  1. ora nem mais. se amamos, é com tudo o que temos, e não com uma parte específica.

    ResponderEliminar
  2. e adorei o teu texto. és jovem, independentemente da idade que tenhas, o tempo não tem necessariamente que passar por ti, desde que a tua alma permaneça jovem

    ResponderEliminar
  3. Sim, sou eu e obrigada querida.
    Temos mesmo que viver um dia de cada vez :)

    ResponderEliminar
  4. Sabe tão bem sentirmos que podemos recomeçar tudo, não é?! Aproveita essa calma, essa serenidade. Respira com calma.

    ResponderEliminar
  5. eu sei que sim mas estava-me a referir ao seguir no sentido de leres o meu blog

    ResponderEliminar
  6. Que bonitas palavras, querida !
    Resp: Eu estou bem Joo, e tu ? ❤

    ResponderEliminar
  7. ando confusa, muito confusa mas estou bem até.

    ResponderEliminar

«O teu anjo da guarda fala pela boca daquela mulher, que não tem mais inteligência que a do coração, alumiada pelo seu amor.»